17 de outubro: Dia Mundial de Combate à Dor

17 OUT 2017

A dor é uma sensação tão presente na vida de quem a sente que recebe uma data exclusiva para ser ela. Lembrado em 17 de outubro, o Dia Mundial de Combate à Dor é um dia importante para a conscientização e conhecimento deste problema que, quando constante, pode virar a própria doença.

De acordo com o cardiologista e diretor médico do Hospital Santa Paula, Otavio Gebara, a dor varia em sua definição e reconhecimento de uma pessoa para outra. Ela também pode ser classificada em diferentes tipos de acordo com a intensidade e o tempo de duração. São elas:

Dor aguda: é a que ocorre em forte intensidade e, geralmente, em um período de tempo que pode variar de minutos a semanas. Costuma desaparecer quando a causa é devidamente diagnosticada e tratada, como cólica, dor de dente, contusões, entre outros.

Dor crônica: com duração de meses a anos, normalmente está associada a uma doença crônica ou a lesões tratadas previamente. São exemplos as dores causadas por câncer, por atrite, por esforço repetitivo, etc.

Dor recorrente: por mais que tenha curtos períodos de duração, costuma se repetir com frequência, podendo acompanhar o indivíduo ao longo de toda sua vida. A forma mais conhecida de dor recorrente é a enxaqueca.

Dor fantasma: é a dor que se sente em uma parte do corpo que foi removida. É comum que o paciente tenha esta dor logo após a cirurgia de amputação e o desconforto pode persistir por dias ou semanas.

Dor psicológica: além das dores físicas, é possível sentir dores psicológicas causadas por desequilíbrios emocionais. É o caso da tristeza, da ansiedade e do estresse, por exemplo. Em algumas situações, a dor psicológica pode ser sentida também no corpo, se convertendo em uma dor física.

Para Gebara, a dor é um sinal que nos avisa quando algo não está bem. "Muitas pessoas minimizam a condição da dor e não buscam ajuda profissional. É importante observar porque a dor pode ser um sintoma que vai desde um problema simples a algo mais complexo como infarto, AVC, cólica renal, apendicite, entre outros. Se a dor estiver intensa e paciente der entrada em um pronto-socorro, a triagem precisa ter uma abordagem multidisciplinar para identificar as necessidades do paciente naquele momento", explica.

Abaixo, o médico do Hospital Santa Paula dá algumas dicas para os momentos de dor:

1 - Observe-se: pesquise sobre seu problema e saiba o que pode aliviar ou agravar a sua dor. Não deixe a dor ficar insuportável para tratar. Sempre procure um médico.

2 - Não pratique a automedicação: ao invés de acabar com o problema, há o risco de mascarar um diagnóstico de um problema grave. Além disso, tomar remédio sem orientação e em quantidades inadequadas aumenta a probabilidade de efeitos colaterais.

3 - Inspire e expire profundamente por alguns segundos: a técnica da respiração profunda ajuda a manter a dor sob controle. Exercícios de meditação também podem ajudar porque permitem controlar o aumento da frequência cardíaca e as reações do corpo, que entra em alerta com estresse. Feche os olhos e relaxe todos os músculos.

4 - Se você sofre de dor crônica, o fisiatra é um profissional com experiência em dor e reabilitação. Ele pode fazer um diagnóstico mais preciso, considerando o que podem provocar ou agravar o quadro de dor e definir o melhor tratamento.

Fonte: http://www.segs.com.br/saude/86711-17-de-outubro-dia-mundial-de-combate-a-dor.html
Notícias recentes
Links rápidos
Corpo Clínico
Nosso Corpo Clínico é composto por profissionais especializados em diversas áreas. Conheça.
Acessar
Diretoria médica
Conheça nossa Diretoria médica e saiba como ela atua.
Acessar
Dúvidas e FAQ
Tem alguma dúvida sobre os serviços prestados? Consulte o nosso FAQ e veja se já temos resposta para a sua pergunta.
Acessar
Especialidades
O Hospital Santa Paula reúne profissionais das mais diferentes especialidades. Descubra cada uma delas.
Acessar
Histórias
Compartilhe sua história e acesse depoimentos exclusivos de outros pacientes que são grandes exemplos de força e superação.
Acessar
Retire sua Nota Fiscal
Acesse o serviço de emissão de Nota Fiscal e retire a sua.
Acessar
Revistas Santa Paula
Periodicamente, disponibilizamos aos nossos pacientes e clientes informativos completo sobre o que há de mais atual no campo da saúde.
Acessar
Copyright © 2017 - Hospital Santa Paula S/A - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: G.M. Sousa Prestação de Serviços