7 Dicas Rápidas e Simples para Prevenir o Refluxo Ácido

31 JUL 2017

Algumas pesquisas dizem que a cada 100 pessoas, 12 sofrem com os sintomas do Refluxo Gastroesofágico - também chamado de Refluxo Ácido - no Brasil.

Para a Federação Brasileira de Gastroenterologia, esse é um dos problemas mais comuns causados no aparelho digestivo, sendo que incomoda quase metade da população ocidental, em pelo menos uma vez na vida.

1 - Como Acontece

Ao nos alimentarmos, o conteúdo passa por uma espécie de tubo - chamado esôfago - até que chega ao estômago.

Essa passagem acontece porque o músculo - chamado esfíncter - que desempenha o papel de uma válvula, que regula a passagem de tudo aquilo que comemos.

Quando essa válvula funciona de forma inadequada - ficando relaxada demais - o conteúdo ácido do estômago volta para o esôfago e pode chegar até a garganta ou a boca, causando assim o refluxo.

Se o incomodo acontece de vez em quando é considerado episódio independente, mas quando e frequente, torna-se uma doença.

2 - Os Sintomas

São várias as queixas de quem sofre com a doença, mas a principal é a azia, que se caracteriza por uma queimação no peito.

Também pode acontecer regurgitação, faringite, tosse, rouquidão ou mesmo asma.

Para os médicos, esses sintomas não tão comuns podem ser aqueles que caracterizam os casos mais graves, já que surgem de uma disposição do organismo, deixando o diagnóstico mais complicado.

3 - O Diagnóstico

"Geralmente, se não há sinais de gravidade, o diagnóstico é feito na própria consulta médica", afirmam os especialistas.

Assim, o médico vai fazer uma avaliação prévia com um histórico alimentar e os momentos que mais acontecem os episódios. Depois, pode haver um exame imediato.

Se o médico quiser comprovar a gravidade da doença, porém, vai precisar fazer o exame de endoscopia ou a pHmetria, que mede a acidez do esôfago.

4 - O Tratamento

Na maior parte das vezes, o tratamento é feito com remédios antiácidos, que equilibram a acidez no estômago e aliviam os sintomas.

Em casos mais graves, o médico pode aconselhar a cirurgia, que é indicada para corrigir defeitos da válvula.

A grande sacada aqui é entender que os remédios, mesmo que tenham feitos imediatos, precisam ser consumidos com consciência, já que seu uso exagero pode piorar a doença ou causar outras, como úlceras e câncer.

Assim sendo, o mais viável é optar por um tratamento natural que, conforme estudos, podem ter resultados semelhantes ou melhores do que os medicamentos.

5 - A Prevenção

Outra dica importante é sobre a prevenção do refluxo que pode ser feita com uma mudança no estilo de vida, apostando basicamente na alimentação balanceada e na prática de exercícios físicos.

"Sabe-se que a obesidade está ligada ao refluxo - por isso, praticar exercícios físicos e ter uma alimentação adequada ajudam a evitar a doença", diz João Paulo Ripardo, do Hospital Santa Paula.

Selecionamos algumas dicas para prevenir o refluxo, confira:

Prato Saudável - é aquele que não contém alimentos gordurosos ou condimentados, café, chocolate e derivados da pimenta. Além disso, refeições muito fartas favorecem o refluxo.

Líquido durante as Refeições - devem ser evitados já que aumenta o volume e a pressão dentro do estômago. Os gaseificados são ainda piores.

Roupas Apertadas - usar calcas ou shorts apertados ou justos demais pode aumentar a pressão no estômago e favorecer a abertura da válvula, o que é o ponto de partida para o refluxo.

Estresse - em demasia piora os sintomas da doença.

Consumo de Álcool - também prejudica o funcionamento da válvula e, consequentemente, piora os sintomas.

Deitar após Comer - não é indicado, por mais tentador que seja. Esse hábito de tirar um cochilo após as refeições pode ser ainda pior para quem já sofre com o refluxo. Jantar muito tarde também não é indicado.

Cigarro - deve ser abandonado por N motivos, inclusive, porque afeta negativamente as vias respiratórias, o que influencia diretamente no sistema digestivo, piorando os sintomas do refluxo.

Fonte:

Dr. João Paulo

Fonte: https://www.refluxonuncamais.com.br/blog/prevenir-o-refluxo-acido/
Notícias recentes
Links rápidos
Corpo Clínico
Nosso Corpo Clínico é composto por profissionais especializados em diversas áreas. Conheça.
Acessar
Diretoria médica
Conheça nossa Diretoria médica e saiba como ela atua.
Acessar
Dúvidas e FAQ
Tem alguma dúvida sobre os serviços prestados? Consulte o nosso FAQ e veja se já temos resposta para a sua pergunta.
Acessar
Especialidades
O Hospital Santa Paula reúne profissionais das mais diferentes especialidades. Descubra cada uma delas.
Acessar
Histórias
Compartilhe sua história e acesse depoimentos exclusivos de outros pacientes que são grandes exemplos de força e superação.
Acessar
Retire sua Nota Fiscal
Acesse o serviço de emissão de Nota Fiscal e retire a sua.
Acessar
Revistas Santa Paula
Periodicamente, disponibilizamos aos nossos pacientes e clientes informativos completo sobre o que há de mais atual no campo da saúde.
Acessar
Copyright © 2017 - Hospital Santa Paula S/A - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: G.M. Sousa Prestação de Serviços