Vacina contra febre amarela: tire suas dúvidas sobre a dose fracionada

18 JAN 2018

1. O que á a dose fracionada da vacina contra febre amarela?

A dose fracionada da vacina contra febre amarela é a divisão em cinco partes de uma dose padrão. Ou seja, em vez de 0,5 ml, serão administrados apenas 0,1 ml.

Dessa forma, mais pessoas poderão ser imunizadas com a mesma quantidade de vacina.

2. Qual a eficácia dessa nova dose fracionada?

Antes de tudo é importante ressaltar que a estratégia de fracionar a dose única da vacina contra febre amarela é recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em situações em que há risco de a doença se expandir em cidades com elevado índice populacional e que não tinham recomendação para vacinação anteriormente.

Mas protege mesmo? "A dose fracionada possui a mesma eficácia que a dose total. A diferença é que a imunização dura entre 8 e 10 anos, ou seja, após este período, as pessoas deverão ser revacinadas", explica o infectologista Marcelo Mendonça, do Hospital Santa Paula (SP).

Todas as doses fracionadas serão fabricadas e distribuídas pelo Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos da Fundação Oswaldo Cruz (Biomanguinhos/Fiocruz), a única instituição autorizada a isso no Brasil.

O próprio Instituto já fez um estudo vacinando 315 pessoas com a dose fracionada e percebendo que 8 anos após essa imunização, elas ainda tinham anticorpos contra a febre amarela.

3. Quem precisa tomar a dose fracionada?

Pessoas entre 2 e 60 anos de idade, que residem em 76 municípios dos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia. As outras faixas etárias poderão receber a vacina após avaliação médica.

4. Quem ainda precisa tomar a dose completa?

De acordo com a imunologista Ana Karolina Barreto B. Marinho, coordenadora do Departamento Científico de Imunização da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI), esses grupos ainda precisam da vacinação com dose completa:

  • Crianças entre 9 meses e 2 anos de idade
  • Portadores do vírus HIV com células CD4 em contagem adequadas
  • Pessoas que terminaram o tratamento de quimioterapia e com doenças hematológicas após avaliação médica
  • Gestantes
  • Viajantes internacionais, cujos os destinos são países com vacinação obrigatória (deve apresentar comprovante de viagem).

5. Quem não pode tomar nenhuma delas?

Pessoas que já foram vacinadas alguma vez na vida conta a febre amarela não precisam mais tomar a vacina. "Doses adicionais não darão proteção extra à pessoa. Tomar a vacina mais de uma vez pode provocar quadros de hipersensibilidade (semelhante a alergia), muitos deles graves", salienta Mendonça.

Além disso, quem não mora em área de recomendação de vacinação e não irá se deslocar para estes locais não precisa se preocupar.

"A vacinação para febre amarela é ofertada na rotina dos municípios com recomendação de vacinação nos seguintes estados: Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Bahia, Maranhão, Piauí, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina", enumera Ana Karolina.

Além disso, a especialista alerta grupos que não devem tomar a vacina por risco à saúde:

  • Pessoas com neoplasias em tratamento com quimioterapia ou radioterapia
  • Imunodeficiências primárias ou congênitas
  • Doenças prévias do timo
  • Pessoas com HIV com contagem das células T CD4 maior do que 350
  • Doenças autoimunes em uso de imunossupressores
  • Transplantados
  • Portadores de alergia grave ao ovo.

No caso da alergia a ovo, pessoas com quadros leves ou moderados podem ser vacinadas. "Orienta-se a observação por 30 minutos até uma hora após a aplicação da vacina", considera a imunologista.

Em casos graves, mas com risco de infecção pela febre amarela muito elevado, orienta-se uma avaliação do médico alergista para considerar a possibilidade de dessensibilização com a vacina

6. Onde a dose fracionada será distribuída?

Nos municípios citados acima será possível encontrar as doses fracionadas nas Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Notícias recentes
Links rápidos
Corpo Clínico
Nosso Corpo Clínico é composto por profissionais especializados em diversas áreas. Conheça.
Acessar
Diretoria médica
Conheça nossa Diretoria médica e saiba como ela atua.
Acessar
Dúvidas e FAQ
Tem alguma dúvida sobre os serviços prestados? Consulte o nosso FAQ e veja se já temos resposta para a sua pergunta.
Acessar
Especialidades
O Hospital Santa Paula reúne profissionais das mais diferentes especialidades. Descubra cada uma delas.
Acessar
Histórias
Compartilhe sua história e acesse depoimentos exclusivos de outros pacientes que são grandes exemplos de força e superação.
Acessar
Retire sua Nota Fiscal
Acesse o serviço de emissão de Nota Fiscal e retire a sua.
Acessar
Revistas Santa Paula
Periodicamente, disponibilizamos aos nossos pacientes e clientes informativos completo sobre o que há de mais atual no campo da saúde.
Acessar
Copyright © 2018 - Hospital Santa Paula S/A - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: G.M. Sousa Prestação de Serviços